Tropa de Elite é um filme brasileiro de 2007, dirigido por José Padilha, que tem como tema a violência urbana na cidade brasileira do Rio de Janeiro e as ações do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) e da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro.

Foi objeto de grande repercussão antes mesmo de seu lançamento, por ter sido o primeiro filme brasileiro a, meses antes de chegar aos cinemas, vazar para o mercado pirata e a internet. Um dos protagonistas do filme, o ator Caio Junqueira, chegou a declarar que, por mais que achasse a pirataria algo negativo, sabia que havia sido “por causa dela que o trabalho atingiu o público da televisão”.

Uma pesquisa feita pelo Ibope chegou a estimar que mais de 11 milhões de brasileiros teriam visto o filme de forma ilegal – isso, entretanto, não impediu o filme de ter sido bem-sucedido nas bilheterias, tendo estreado em primeiro lugar e obtido uma das maiores médias por sala no ano, com mais de 1000 espectadores por sala na primeira semana, mesmo com um lançamento restrito aos estados de Rio de Janeiro e São Paulo.

Rico em frases de efeito, os dois filmes foram recheados de bordões que logo foram adotados pelos brasileiros, uma clara demonstração do apreço pelo filme:

“Pede pra sair!!!”

“Bota na conta do Papa”

“Não vai subir ninguem. Vai ficar todo mundo quietinho ai”

“Você não é caveira, você é muleque”

“Quer me fuder? Então me beija!”

“Missão dada, parceiro, é missão cumprida”

“Você baixa o tom para falar comigo!”

“Eu não caí para baixo, parceiro, eu caí para cima”

Vejam mais detalhes nos sites oficiais das duas produções: Tropa de Elite  e Tropa de Elite – O inimigo agora é outro

Fonte: Wikipedia