perdido-em-marte-capa-matt-damonAntes que comece a ler sobre Perdido em Marte, esqueça comparações com as recentes produções espaciais como Gravity e Interstellar. Embora o primeiro possa se assemelhar a produção de Ridley Scott, o filme se assemelha mais a ideia de um Robson Crusoé, só que perdido em um outro planeta.

A sensação de isolamento é o ponto base da história e o que seria pior que a solidão? A certeza de que, além de ter a vida em risco, em um ambiente inóspito e com racionamento contado e todas as situações contra vocês, qualquer tipo de ajuda está a milhões de quilômetros e você não tem como se comunicar.

Baseado no livro de Andy Weir, The Martian, onde nosso personagem, Mark Watney, devido a um acidente,fica preso em Marte e é dado como morto, precisa usar tudo o que tem à disposição para superar a morte certa, principalmente, sua inteligência e bom humor!

Vamos resgatar novamente Matt Damon

Novo resgate depois do soldado Ryan

Novo resgate depois do soldado Ryan

Acompanhamos tudo como atentos observadores de seu diário, que conta tanto no passado quanto no futuro, os seus planos e passos para o que precisa fazer para produzir comida, se proteger, e questões como conseguir oxigênio e água. Robinson Crusoe sequer precisou pensar nisso.

perdido-em-marte-capa-astronautaAlém de só contar com sua inteligência, Watney também tem um ótimo bom humor, onde ele aprende a cada erro. E o que poderia desestimular a maioria, para ele, é só um momento de novo aprendizado onde tudo ele precisa contabilizar. Aliás, contar é o que ele mais faz no início, já que ele está com recursos para uma missão de 30 dias apenas.

O filme segue a mesma linha, praticamente uma transcrição do livro. Claro, há alguns momentos e detalhes suprimidos devido a linguagem da telona, compreensível. Por isso é melhor você ler o livro depois de ver o filme (ultimamente, tenho feito isso até com Game of Thrones). Assim, você enriquece a experiência da obra, e não o contrário.

Leia também:   Star Trek e o novo seriado: Discovery

As partes em que focam na Terra parecem maçantes se comparadas com o esforço do nosso náufrago em Marte. Ficamos ansiosos para que a história logo volte para o planeta vermelho e ver o que Watney está aprontando e fazendo.

Compre o seu livro Perdido em Marte na Saraiva, Amazon ou Submarino!

Perdido-em-Marte-2

Claro, tem uma ou outra escorregada científica na trama que, no momento, te faz torcer o nariz (ainda mais para os que são cri-cri em ciências e astronomia), mas não estraga o conjunto da obra, permitindo uma boa diversão além de conhecer detalhes da anatomia de Marte.

Para o filme, eu dou uma nota 8.5, e o livro, 9!