Os caminhos de Skyrim: The Elder Scrolls VEntre os que ainda não conhecem The Elder Scrolls V – Skyrim, uma dúvida ainda é muito comum: “o game é sobre o quê?” Por mais óbvia que pareça, esta pergunta não é tão simples de ser respondida. Apesar de ter uma trama central, Skyrim, na verdade, é um grande “entroncamento” de histórias, de caminhos completamente diferentes. É como se fossem diversos jogos em um só. Todos usando a mesma riqueza de cenário.

Tudo bem que missões secundárias são muito comuns nos jogos atuais, especialmente os de cenário livre. No entanto, o que vemos aqui são verdadeiras tramas paralelas, com sequências de missões dignas de um novo jogo. Algumas são quase tão impactantes quanto à dita principal. A propósito, Skyrim parece tomar o cuidado de não supervalorizar a história central. Não há diferença de tratamento ou de evolução. A ideia é que o jogador realmente siga o destino que lhe for apresentado. Na ordem que quiser.

O contexto geral da trama é de fácil compreensão. Skyrim, província do Império de Tamriel, vive um grande conflito interno depois que seu rei foi assassinado. No auge da guerra, um dragão surge nos céus e causa imensa preocupação, uma vez que tais criaturas não davam as caras há muito tempo.

Trama principal: A história central gira em torno justamente dos dragões. Segundo as profecias, eles voltariam para destruir e tomar o que encontrassem pela frente. Skyrim estaria com seus dias contados. Entretanto, as mesmas profecias davam conta de um ser especial, chamado “Dragonborn”, que seria capaz de enfrentar os dragões de igual para igual, defendendo a humanidade e exterminando esta grande ameaça. Consegue imaginar quem seja o personagem que você controla nisso tudo, certo?

Skyrim Elder ScrollsGuerra civil: A guerra de Skyrim é tema de outro dos caminhos. Todo o conflito começou quando o rei foi morto pelo governante de uma das cidades. Este governante acredita que o antigo rei era exageradamente submisso ao grande imperador e inicia uma revolução para se tornar o novo manda-chuva e declarar a independência de Skyrim. O maior objetivo deste rebelde é destruir o exército do Império, tomando as cidades. Já o Império quer destruir os rebeldes, executando seu líder. Você escolherá de que lado quer ficar. Tornar-se-á um soldado ou um rebelde nesta guerra.

Assassinos: Há uma lendária irmandade de assassinos em Skyrim. Para muitos, este grupo não passa de uma lenda. Encontrando as pessoas certas, você poderá ingressar nesta seleta organização. Esta é uma das mais emocionantes e intrigantes histórias do jogo. Uma trama sombria, sem dúvida.

Ladrões: Em toda Skyrim, fala-se de uma ordem de ladrões localizada em uma cidade ao sudeste da província. Você se aproximará deles na trama principal. Retornar e entrar no grupo é uma escolha sua. Aos poucos, entenderá a quem eles servem e como se organizam. Trama longa, com um epílogo muito extenso, mas interessante.

Skyrim Elder ScrollsCompanions: Poderosos guerreiros, os “Companions” metem medo até no exército. E não é para menos! Ingresse no grupo e, aos poucos, entenderá por que eles são tão temidos. Temática muito interessante.

Escola de magos: Com boas missões, a escola de magos pode até decepcionar no que se espera (você não evoluirá absurdamente em magias), mas traz uma história direta e simples. Belos mistérios se apresentam.

Daedric: Aos poucos, você esbarrará com representantes dos príncipes Daedra (que são entidades, digamos, distantes do bem!). Estes lhe darão missões que sempre trazem um artefato único ao final. Raramente os artefatos são tão interessantes quanto às próprias missões em si. Totalmente desvinculadas de tudo, as aventuras envolvendo os Daedra são as que mais surpreendem. Parecem ser onde os designers resolveram soltar a imaginação com mais liberdade. Naturalmente, em alguns casos os resultados podem causar estranheza. Em outros, o jogador se vê em uma situação inusitada e intrigante. Vale muito a pena caçar estas missões.

Além destes caminhos, Skyrim ainda conta com muitas, mas muitas missões secundárias, totalmente fora de qualquer trama. Situações que envolvam uma cidade, um templo, uma família ou simplesmente um caçador solitário podem se apresentar diante do mais atento aventureiro. Em todos os casos, Skyrim se revela um jogo tão grande quanto sua vontade de jogar.