O Aprendiz de Assassino, mais um livro de fantasia medieval que chega em minhas mãos pela Editora Leya. Lançado por Robin Hobb (ou Robin Hood?), em 1995 mas que só agora chegou em terras brasileiras. Aliás, o verdadeiro nome da autora é Margaret Astrid Lindholm Ogden que também escreve livros de ficção científica. Seu livro conta com uma recomendação de George Martin logo na capa! Será que a obra merece?

No livro, acompanhamos a história de Fitz, um jovem bastardo real, que vive uma péssima vida até os 10 anos, quando seu avô decide cria-lo propriamente, quem sabe, com medo de que ele crescesse e virasse um problema para o reino. Essa parte do treinamento, na verdade, tem a intenção de torna-lo um assassino particular para defender os interesses da família.

Os personagens são bem interessantes, com nomes que refletem muito a sua personalidade ou o destino do qual se espera deles como Sagaz, Pomposo e outros.

A magia no mundo de Aprendiz de Assassino é bem interessante: nele, o personagem consegue algo que vemos em Game of Thrones: a capacidade de entrar na mente dos animais #BramFeelings, chamada Manha, uma magia mais “pobre” segundo o livro, pois o aproxima demais dos animais. E temos também o Talento, que é a mesma coisa, mas agora com a capacidade de entrar na mente dos homens.

O livro responde muitas questões logo de início e, depois de um pouco de labuta para superar algumas partes, a leitura meio que engrena mas cuidado para alguns pontos um pouco confusos antes de chegar ao final das 416 páginas do livro. Ainda assim, Robin Hobb conseque agradar em um cenário de fantasia medieval, principalmente para aqueles que buscam uma alternativa ao estilo de George Martin e seu Guerra dos Tronos com uma leitura mais leve, mas nem por isso menos interessante.

O Aprendiz de Assassino - Robin Hobb

Confira a Sinopse oficial de O Aprendiz de Assassino:

“Fruto de uma infidelidade, Fitz, filho de Cavalaria, é um bastardo real, desprezado pelo mundo, sem amigos e solitário. O rapaz refugia-se nos estábulos da realeza e apenas sua conexão mágica com os animais – a antiga arte conhecida como Manha – proporciona-lhe um pouco de alegria e companheirismo. Mas a Manha, se usada com frequência, é uma mágica perigosa e mal vista pela nobreza. Então, quando Fitz é finalmente adotado pela casa real, ele deve abrir mão de seus antigos costumes e aprender a viver esta nova vida: artilharia, escrita, bons modos, a magia do Talento… e, secretamente, aprender a matar um homem, já que é treinado para se tornar o assassino real e um dos homens de confiança do Rei Sagaz. Quando salteadores bárbaros começam a atacar os povoados costeiros, Fitz será encarregado da sua primeira missão. Ao mesmo tempo, perceberá que está rodeado de intrigas, segredos, desonra, heroísmo, aventuras e magia. Embora alguns o vejam como uma ameaça ao trono, ele talvez se torne a principal peça para a sobrevivência do próprio reino. Em O Aprendiz de Assassino, primeiro volume da série “Saga do assassino”, Robin Hobb cria uma das histórias mais amadas da literatura de fantasia.

Compre O Aprendiz de Assassino – Saga do Assassino, de Robin Hobb e ajude o Iniciativa Nerd:
Nas Americanas.com, no Submarino ou na Livraria Saraiva.