União do universo Ultimate com o 616 ocorre após o fim das Guerras Secretas

miles-morales-ultimate-comics-spider-man-1-variantEsqueça clones, troca de corpos, morte (a princípio) ou qualquer coisa estapafúrdia. A Marvel informou que ao final da saga Guerras Secretas, Mile Morales, o Homem-Aranha do universo Ultimate será o herói na HQ principal daqui para frente. Por enquanto só temos essa informação, tudo será esclarecido em setembro quando a editora lançará 50 novos títulos.

Para quem não conhece, Miles Morales é o Homem-Aranha do universo Ultimate (criado anos atrás com histórias novas voltadas para um público mais jovem). A grande diferença de todos os personagens que usaram o uniforme de aranha, o garoto (ele deve aproximadamente 14 anos) é negro e latino. Na época de sua criação, os editores e o autor, quiseram um personagem negro forte, uma vez que Barack Obama havia se tornado o primeiro presidente negro do país.

Em 2011, a Marvel achou que era hora de sacudir o universo Ultimate e resolveram matar Peter Parker. A luta final, como sempre é mostrado em vários quadrinhos, vem em uma batalha contra o Duende Verde (que aqui não usa planador e nem uniforme e sim um mutagênico e fica parecendo um gárgula). Todos comparecem ao enterro de Peter e todos descobrem quem ele era.

Eis, que após a batalha, um novo Homem-Aranha começa a se balançar pelos prédios de Nova Iorque.

miles-morales-ultimate-comics-spider-man

Após um tempo, buscando dar uma identidade própria a esse novo aranha, os desenhistas criaram um uniforme exclusivo para Miles negro e vermelho. Os poderes também são um pouco diferentes, a sensor aranha não é tão forte como o de Peter e Miles pode tornar-se invisível e paralisar um oponente ao tocar nele. O novo aranha ganhou seus poderes após seus tio invadir a sede da Oscorp e uma aranha geneticamente modificada (uma experiência feita por Norman para tentar recriar a aranha que deu poderes a Peter) entrar na sua bolsa. Quando o garoto foi visitar o tio, a aranha saiu da bolsa e o picou.

A meu ver essa mudança nos quadrinhos será muito interessante, uma vez que (aparentemente) não vão matar o Peter da linha 616 (a do quadrinho principal), ele seria um mentor para Miles.

Algo que Peter sempre buscou, largar a vida de herói, porém tendo alguém para lidar com os grandes poderes e grandes responsabilidades.

Nos últimos anos a Marvel usa o aranha como um celeiro de histórias com o intuito de vender, algo do tipo, tive uma ideia boa, e os editores vai vender? Vai ser polêmico? Então, tem o nosso ok. Não li a fase da Spider-verse, onde o aranha ia conhecendo a sua versão em realidades alternativas, mas as críticas pontuaram que apesar da ideia boa, foi algo muito superficial. Claro que foi legal rever Ben Reilly, a criação da Gwen como Mulher-Aranha e por aí vai. De todo a saga não foi ruim, mas vamos analisar, essa foi uma saga caça níquel. Superior Spider-man então, nem vou comentar…

Desde as histórias de J. Michael Straczynski que não leio histórias legais e que prendiam o leitor. Tudo bem que ele fechou com One More Day, apagando até o casamento, porém segundo o autor isso não foi ideia dele.

Enfim, agora é esperar até setembro e ver como ficará essa junção. Diferente das últimas histórias e de tantas polêmicas, acho que essa será uma boa abordagem para o Homem-Aranha, que vamos e convenhamos, estava precisando. E com a Marvel “recuperando os direitos” no cinema, tudo indica que a tendência é só melhorar.