É inegável a boa receptividade que o gigante esmeralda, e seu alter ego, Bruce Banner, interpretados por Mark Ruffalo tem, perante os fãs que o assistiram em Os Vingadores e Os Vingadores: Era de Ultron.

Nem todos lembram com benevolência as duas versões anteriores para as telonas, com Eric Bana e dirigido por Ang Lee (Hulk, 2003), e outra, com Eduard Norton a frente do projeto (O Incrível Hulk, 2008). Com a entrada da Marvel no portfólio Disney, estas produções não foram usadas como conexão ou origem para o personagem dentro da equipe de heróis.

Mas todos sempre estivemos ansiosos por novas possibilidades, e parece que agora teremos uma nova aparição a se descortinar em mais uma produção Marvel. Cuidado! Apesar de não confirmado, há possibilidade de spoilers logo abaixo.

Cuidado Spoilers!

Todos se lembram que, após o embate contra Ultron, ao final do filme, Banner pega um jato e desaparece. Visivelmente transtornado com o perigo que ele pode causar, como na destruição da cidade e preocupado com seu envolvimento com a Viúva Negra.

Existe um rumor, apontado pelo site Geek.com, de um roteiro ainda em desenvolvimento que poderia unir os dois vingadores, Thor e Hulk, em um projeto conjunto. Lembrando que, pelo acordo entre Disney e Universal, um filme solo do gigante implicaria em uma grande burocracia, o mesmo não aconteceria em mais um filme compartilhado com outros personagens (e onde ele não seria o personagem principal).

hulkthoravengers-w640

Nessa nova fase do projeto, em Thor: Ragnarök, teremos Thor (Chris Hemsworth) envolto em mais um problema com seu irmão Loki (Tom Hiddleston) que conta com a ajuda de Hela (Cate Blanchett), e juntos, conseguem destruir o poderoso martelo Mjolnir e banir o deus do trovão de Asgard.

Thor acaba em um velho planeta (quem sabe, Sakaar – Planeta Hulk), com lutas de gladiadores, onde o herói tem sua cabeça raspada e é forçado a lutar nas arenas por sua vida. Lá, ele sabe que precisa encontrar alguma forma de voltar para Asgard (quem sabe, uma das Jóias do Infinito?), e se vingar de Loki e Hela.

O asgardiano consegue enfrentar todos os gladiadores alienígenas, mesmo sem o auxílio de seu martelo quando, finalmente, ele tem de enfrentar o campeão do planeta… o Hulk!

Para os fãs, uma das possibilidades deste roteiro abordar, seria conectar sagas como Planeta Hulk (Planet Hulk) e “Hulk Contra o Mundo” (World War Hulk). Vamos torcer para ver os dois personagens em uma luta que deve ser memorável.

World-War-Hulk-Movie-w640

Thor: Ragnarok deve chegar aos cinemas em 3 de novembro de 2017.