Highlander, o filme. No Iniciativa NerdEm 1986, Highlander se destacou acima de outros naquele ano pelo tema original amarrado com uma narrativa envolvente e um vilão marcante, sem falar que trazia Sean Connery em um papel totalmente diferente do que ele estava acostumado a fazer. Este filme lançou Christopher Lambert ao estrelato e tomou o imaginário de muitos cinéfilos por anos a fio que demandavam uma continuação. Infelizmente, a continuação lançada em 1991 foi um desastre tanto em bilheteria como em história o que causou o afundamento da franquia antes mesmo dela poder ser explorada comercialmente.

Apesar de quase moribunda, duas séries de televisão foram criadas: Highlander (1992-1998), estrelada por Adrian Paul, e Highlander: The Raven (1998), estrelada por Elizabeth Gracen. Highlander: The Animated Series (Highlander Desenho), de 1994 a 1996 trazia novamente o personagem central da trama em uma versão água com açucar que não agradou aos fãs. Em meados de 1998, lançaram Highlander III que tentou resgatar os elementos do primeiro filme para a mitologia da franquia com relativo sucesso. Dessa maneira, o guerreiro imortal e seus parentes e aliados receberam uma nova chance comercial que culminou em 2000 no longa Highlander: Endgame que misturava tudo o que se viu nos seriados ao que se mostrou nos filmes anteriores tentando desesperadamente unificar o universo dos imortais espadachins.

A franquia continuou com uma animação em Flash para a Internet, The Methos Chronicles (2000); o anime Highlander: The Search for Vengeance (2005); dez livros baseados na série de TV; duas séries em quadrinhos pela Dyamite Entertainment, a primeira em 12 edições (2006-2007) e a segunda em 4 (2007-2007); e um videogame desenvolvido pela Eidos Interactive a lançar em 2008.

Após quatro anos sem ouvir falar de Highlander foi anunciado um reboot dirigido por Juan Carlos Fresnadillo, o mesmo responsável por “28 Weeks Later” e do aguardado “Intruders” que acaba de receber um trailer. O roteiro do reboot ainda está sendo escrito em segredo por Art Marcum e Matt Holloway, que depois foi revisado por Melissa Rosenberg, a mesma que fez as versões finais de Crepúsculo. Os produtores deste reboot são Neal H. Moritz e Peter S. Davis que anunciaram a estréia do novo longa-metragem para meados de agosto!